Olá investidor, seja bem-vindo ao MyVOL!


No vídeo abaixo (em inglês) o estrategista Raoul Pal descreve como pode vir a ser a chegada de um cenário econômico recessivo nos EUA. 


Dizem que para entender a direção dos mercados, basta observarmos a quantidade de tolos e de dinheiro em circulação em um determinado momento. Quando há mais dinheiro do que tolos, os mercados sobem.

Hoje tem tudo para ser um dia de alta por aqui. As bolsas globais se valorizam e nosso ministro da economia, Paulo Guedes, em entrevista concedida a CNN, prometeu reformas e privatizações em 90 dias.

Talvez você já tenha ouvido esta expressão que é uma tradução livre de "cleanest dirty shirt". Tal expressão se tornou popular pelo mundo após a grande crise financeira de 2008 e se referia ao fato dos EUA se destacarem em meio a um mundo que simplesmente parecia andar de lado.

Há fortes indícios que o ciclo de valorização do dólar pode estar chegando ao fim. Se este for o caso, é possível afirmar que teremos um forte movimento de realocação de ativos. Abaixo, compartilho com os assinantes MyVOL a mais recente apresentação feita por Louis-Vincent Gave. Confira:

Esse título arrogante está aí por uma causa nobre. Sem essa de que a história não se repete, a história rima, e blá blá blá. O que observamos hoje em ativos como TESLA, XP Inc., Magazine Luiza, Peloton, Shopify, Beyond Meat, trata-se de uma última pernada (aquela exponencial) de um ciclo de alta turbinado por um excesso de liquidez.

Em um mundo onde os gastos dos governos parecem ter saído do controle, uma importante dúvida paira na mente dos investidores: onde investir para preservar o poder de compra da moeda?

Talvez você já tenha ouvido esta expressão que é uma tradução livre de "cleanest dirty shirt". Tal expressão se tornou popular pelo mundo após a grande crise financeira de 2008 e se referia ao fato dos EUA se destacarem em meio a um mundo que simplesmente parecia andar de lado.

Abaixo você encontra o mais recente relatório publicado pela OECD a respeito dos fundos de pensão (relatório em inglês). Observe que 7 países detém as maiores quantias em recursos administrados. Os EUA, o Reino Unido, a Austrália, a Holanda, o Canadá, o Japão e a Suíça, juntos, são responsáveis por 90% dos ativos depositados em fundos de pensão...

Embora a minha atuação no mercado tenha um horizonte de tempo relativamente curto, tenho um objetivo de longo prazo bem definido: crescer através da estratégia de dynamic hedging em diversos ativos. Hoje, coloco em prática esta atividade fazendo uso de dois ativos (Petrobras e BOVA11), mas, quem sabe, no futuro eu possa ampliar as alternativas.


Faça uma busca nas análises do MyVOL: