Seja Bem Vindo (a) !

Todas as publicações neste site são de autoria do Analista Fundamentalista Marink Martins (CNPI 1419), não configurando uma casa de análise independente, de acordo com o art. 3º, III, da Instrução CVM 598/2018. 

Em Wall Street, como sempre, paira uma dúvida em relação à dinâmica da economia norte-americana. Os mais otimistas afirmam que a economia dos EUA se encontra em expansão e que a maior abrangência vista na bolsa de valores (diversos setores estão performando relativamente bem) é um claro sinal de que há pela frente um longo caminho de crescimento.

Amantes do cinema hão de lembrar do personagem Biff Tannen do filme "De volta para o futuro". Na segunda versão do filme, o vilão se apropria de informações do futuro que se provam extremamente lucrativas no passado. Pensando nisso, imagine se alguém te dissesse na virada do ano que, em meados de maio deste ano de 2024, estes seriam os...

Não há dúvida de que a primeira hora do pregão desta quarta-feira será marcada por uma queda expressiva no preço das ações da Petrobras. Não há dúvida de que a intervenção direta do presidente Lula em uma empresa de capital misto transmite um péssimo sinal no que diz respeito ao tema governança corporativa no Brasil.

Escolhi o título acima para o MyCAP Tendências Globais desta semana que você pode acessar ao clicar aqui. Aqueles que tinham mais de 10 anos em 1986, e que conheciam a banda americana "Beastie Boys", hão de se lembrar da referência acima.

Abaixo temos o gráfico, em dólares, ilustrando a relação entre o valor da carteira MSCI Mercados Emergentes e o valor da carteira MSCI EUA. Ao contrário do que muitos pensam, o ápice nos últimos 35 anos não foi visto durante a década subsequente à entrada da China na Organização Mundial do Comércio (2001).

Na semana passada te apresentei um gráfico diferente. Escrevi a respeito de um gráfico que ilustra o retorno acumulado de um índice em janelas de 50 e 100 dias. Tal gráfico atende pelo nome, em inglês, de "trailing returns" ou "rolling returns". E em se tratando do nosso IBOV, o gráfico atualizado se apresenta como bem convidativo. Eu explico o...


Quem dormiu no ponto acordou em um novo "bull market"! Desta vez, entretanto, este mercado altista tem características globais puxando diversos índices; da Europa à China. Há indícios de que a "festa" vai até o dia 22 de maio -- data da divulgação do resultado do 1T24 da Nvidia. Assim, investir no mercado de ações brasileiro se mostra como uma...

De acordo com Louis Gave, fundador da Gavekal, vivemos em uma expansão econômica em que os preços das commodities se valorizam ("inflationary boom"). Muito importante neste momento é estarmos atentos a alterações cambiais que poderão alterar o status quo. Neste vídeo exploro uma destas possíveis alterações. Confira!

Ao longo dos últimos 30 anos, a performance dos índices de ações chineses foi frustrante quando comparada ao ocorrido no resto do mundo. No entanto, quando olhamos para a evolução da capitalização de mercado das bolsas chinesas observamos um crescimento expressivo, em linha com o crescimento do PIB do país. O que explica tal disparidade? Neste...

Julian Brigden, estrategista da Macro Intelligence Partners, recentemente apresentou alguns argumentos indicando que o FED deverá normalizar a taxa básica de juros nos mesmos moldes do que ocorrera durante o período entre 1967 e 1969. Em anexo, segue sua mais recente apresentação.

A estrategista Lyn Alden tem uma visão de mercado bem interessante. Ela está no campo dos "inflacionistas", assim como Louis-Vincent Gave, mas é mantém uma mente bem aberta para investimentos em ativos que dependem de efeitos de rede ("network effects") como as cryptomoedas.


Histórias reais de um trader. Confira os Relatos:

Por que o ouro foi o elemento químico escolhido pela humanidade como reserva de valor? Confira no podcast abaixo:


Faça uma busca nas análises do MyVOL: