Não se iluda com esse gráfico!

07/03/2019

Devo reconhecer que o gráfico acima é fascinante. Sua perversão, entretanto, te leva a crer que os IPOs são uma festa que você não pode ficar  de fora de maneira alguma.

Afinal, veja o IPO da Nike realizado em 1980 - ali, aqueles que compraram e mantiveram suas ações até hoje, transformaram US$100 em US$6,07 milhões em um período de 39 anos. E o da Alphabet (Google)? Neste caso, US$100 transformaram-se em US$2.600 em um curto espaço de 15 anos.

Mas qual é o problema que vejo neste gráfico?

Posso apontar um problema importante que você, como investidor, deve estar sempre atento:

  • Survivalship Bias (viés de sobrevivência): o gráfico só mostra os sobreviventes. Uma amostragem justa deveria passar pelo cemitério e resgatar alguns corpos para que você tenha condições de fazer uma avaliação digna. Cadê a Nortel, a JDS Uniphase, a Enron, a Worldcom, e milhares de outras empresas já falecidas?

Mas aí você diz: Mas mesmo que eu tivesse investido em 10 ações e 9 delas tivessem virado pó, o meu retorno, ainda assim, seria sensacional!!!!

Bem, eu diria: sim e não. Mesmo assumindo que você seja muito bom em escolher ações (ter em carteira as vitoriosas não é nada trivial!), depende também do que você considera sensacional. 

Calculei o retorno anual descontando a inflação do período para algumas das ações acima. A conclusão é BEM DIFERENTE da ilustração. Veja só:

Nike - retorno anual (real) de 28,9% - (definitivamente sensacional)

Alphabet (Google) - retorno anual (real) de 22% - (Show de bola)

McDonalds - retorno anual (real) de 12,9% - (definitivamente bom, mas longe de ser sensacional)

Coca-Cola - retorno anual (real) de 6,7% - (abaixo do retorno do S&P 500)

Como podemos observar, há uma certa ilusão de ótica no gráfico acima. Além disso, saiba que a trajetória dos preços destas ações, em muitos casos, foi assustadora. Acionistas da Apple, por exemplo, tiveram que amargar perdas superiores a 70% em mais de uma ocasião. Será que você teria estômago para aturar tamanha perda?

Tem uma onda de IPOs vindo por aí nos mercados. Seja criterioso!

Por tudo isso, concluo este comentário reiterando a minha visão sobre IPOs:

IPOs são como Angelina Jolie: um perigo! 

 Marink Martins