Snap Chat - Há uma luz no fim do túnel?

15/07/2018

Sempre que olho os indicadores financeiros da empresa SNAP Inc., proprietária do aplicativo Snap Chat, confesso que vem uma vontade tremenda de ligar o trading system e apostar tudo contra as ações da empresa. Afinal, é difícil achar algo de bom por ali. A empresa pousa como o BIG SHORT da década.

Vamos a alguns dados:

  • As ações listadas não têm direito a voto.
  • Não há perspectivas de que a empresa irá gerar um fluxo de caixa positivo no curto prazo. A empresa vem registrando mega prejuízos continuamente. Mesmo assim, suas ações são negociadas a um múltiplo de 18,5x VENDAS!!! (eu disse VENDAS, não disse lucro!!!)
  • A empresa não realiza reuniões com acionistas.
  • Os sócios da empresa estão constantemente vendendo suas ações no mercado.
  • A empresa se posiciona no mercado como uma empresa de câmeras; um segmento que hoje é dominado por celulares da Apple e da Samsung. Basta ver o comportamento das ações da empresa GoPro para vermos que as perspectivas neste segmento são sombrias.

No gráfico acima, a linha preta é a trajetória das ações da SNAP. Já a linha laranja das ações da empresa GoPro. A primeira já cai 50% desde que inaugurou na bolsa, enquanto a segunda já registra queda de 75% desde seu IPO. Nada animador!!!

Aí, você mais otimista com a empresa exclama: Mesmo assim, a empresa ainda conta com quase 200 milhões de seguidores!!

Sim! Este é, sem dúvida alguma, seu maior ativo. Este tipo de fidelidade é algo raro. O número de usuários do aplicativo Snap Chat é superior ao número de usuários da Netflix e da Spotify! Naturalmente, estou aqui comparando um serviço gratuito com um serviço pago. Mas, se a empresa pretende viver de advertising, talvez haja uma luz no fim do túnel.

Observe, entretanto, que o Instagram, pertencente a Facebook, agora já conta com mais de 1 bilhão de usuários, sendo que 400 milhões destes, acessam o aplicativo diariamente. Não há porque a Facebook gastar US$20 bilhões para tirar este concorrente do mercado se o próprio usuário final já vem fazendo isso naturalmente!

Marink Martins

Espera-se que quanto mais importante e maior for um determinado ativo, maior será o escrutínio por parte dos analistas envolvidos. Assim, é natural esperar que empresas cujas capitalização de mercado supere 1 trilhão de dólares se comporte de forma menos volátil exibindo assim uma maior previsibilidade.

Estaria o mercado de ações norte-americano precificado de forma a refletir um pouso suave perfeito? Penso que este é o questionamento do momento.

Tomo emprestado o título de hoje de um email que recebo diariamente do serviço Zero Hedge Premium -- serviço que assino (junto com outros) com objetivo de agregar valor para estes comentários de mercado. Neste, a casa de análise nos apresenta diversos gráficos ilustrando a semelhança do momento atual na bolsa americana com o ocorrido em outras...

www.myvol.com.br