Snap Chat - Há uma luz no fim do túnel?

15/07/2018

Sempre que olho os indicadores financeiros da empresa SNAP Inc., proprietária do aplicativo Snap Chat, confesso que vem uma vontade tremenda de ligar o trading system e apostar tudo contra as ações da empresa. Afinal, é difícil achar algo de bom por ali. A empresa pousa como o BIG SHORT da década.

Vamos a alguns dados:

  • As ações listadas não têm direito a voto.
  • Não há perspectivas de que a empresa irá gerar um fluxo de caixa positivo no curto prazo. A empresa vem registrando mega prejuízos continuamente. Mesmo assim, suas ações são negociadas a um múltiplo de 18,5x VENDAS!!! (eu disse VENDAS, não disse lucro!!!)
  • A empresa não realiza reuniões com acionistas.
  • Os sócios da empresa estão constantemente vendendo suas ações no mercado.
  • A empresa se posiciona no mercado como uma empresa de câmeras; um segmento que hoje é dominado por celulares da Apple e da Samsung. Basta ver o comportamento das ações da empresa GoPro para vermos que as perspectivas neste segmento são sombrias.

No gráfico acima, a linha preta é a trajetória das ações da SNAP. Já a linha laranja das ações da empresa GoPro. A primeira já cai 50% desde que inaugurou na bolsa, enquanto a segunda já registra queda de 75% desde seu IPO. Nada animador!!!

Aí, você mais otimista com a empresa exclama: Mesmo assim, a empresa ainda conta com quase 200 milhões de seguidores!!

Sim! Este é, sem dúvida alguma, seu maior ativo. Este tipo de fidelidade é algo raro. O número de usuários do aplicativo Snap Chat é superior ao número de usuários da Netflix e da Spotify! Naturalmente, estou aqui comparando um serviço gratuito com um serviço pago. Mas, se a empresa pretende viver de advertising, talvez haja uma luz no fim do túnel.

Observe, entretanto, que o Instagram, pertencente a Facebook, agora já conta com mais de 1 bilhão de usuários, sendo que 400 milhões destes, acessam o aplicativo diariamente. Não há porque a Facebook gastar US$20 bilhões para tirar este concorrente do mercado se o próprio usuário final já vem fazendo isso naturalmente!

Marink Martins

No início de 2021 a bolsa de valores local estava em festa com empresas como Magazine Luiza, Rede D´Or e B3 registrando uma capitalização de mercado superior a 100 bilhões de reais. Ainda que houvesse um claro desconforto com o "valuation" destas empresas, poucos tinham coragem de sugerir a venda destes ativos. Após uma década em que o mundo dos...

Para grande parte da comunidade investidora brasileira, todas as mazelas que afligem a nossa bolsa são oriundas de incertezas fiscais. Ainda que não haja dúvida a respeito de nossa fragilidade fiscal, há outros fatores globais que vem contribuindo para um certo desdém em relação aos ativos brasileiros.

A expressão "The Winner Takes It All" (O Vencedor Leva Tudo!) é velha. Foi título de um dos maiores sucessos da banda sueca ABBA em seu álbum de 1980. Já no mercado de ações foi ganhando tração na medida em que foram surgindo "platform companies" como America Online (anos 90), Yahoo, Amazon Web Services, Google, Facebook, LinkedIn (Microsoft),...

www.myvol.com.br