E o dolar? Como fica?

25/05/2018

Quem acompanha estes comentários diários viu que em meados de abril chamamos atenção para o movimento de apreciação do DXY, um ETF que mede o comportamento do dólar americano contra diversas outras moedas, com destaque para o euro, o iene, a libra esterlina e o dólar canadense. E não é que de meados de abril para cá o DXY subiu bem e provocou uma turbulência em alguns mercados! 

No vídeo abaixo, falo sobre as perspectivas para o dólar, tomando como base análises daqueles que realmente entendem sobre o assunto. Confira! 

Marink Martins

Para se inscrever na palestra mencionada no vídeo, clique na imagem abaixo.

Espera-se que quanto mais importante e maior for um determinado ativo, maior será o escrutínio por parte dos analistas envolvidos. Assim, é natural esperar que empresas cujas capitalização de mercado supere 1 trilhão de dólares se comporte de forma menos volátil exibindo assim uma maior previsibilidade.

Estaria o mercado de ações norte-americano precificado de forma a refletir um pouso suave perfeito? Penso que este é o questionamento do momento.

Tomo emprestado o título de hoje de um email que recebo diariamente do serviço Zero Hedge Premium -- serviço que assino (junto com outros) com objetivo de agregar valor para estes comentários de mercado. Neste, a casa de análise nos apresenta diversos gráficos ilustrando a semelhança do momento atual na bolsa americana com o ocorrido em outras...

www.myvol.com.br